Chá de boldo não cura a Covid-19

 Chá de boldo não cura a Covid-19

Informação circula em áudio pelo WhatsApp

“Eu tô aqui radiante com um testemunho que eu recebi ontem.” Assim começa o áudio que tem circulado pelos grupos de WhatsApp. Uma voz feminina saúda o interlocutor e ressalta da importância de se ouvirem as mensagens recebidas, pois “tudo tem um porquê, é bênção, né”.

Ela relata que recebeu um vídeo de um casal de São Paulo que teria contraído o coronavírus, foi a um hospital e não teve apoio: “Eles voltaram para casa e pediram a direção de Deus. E o senhor ensinou… mandou eles fazer chá de boldo”.

Folhas de boldo: não há milagre aqui

Segundo o relato, depois de três horas, “os sintomas caíram por terra”. Na sequência, ela conta a experiência de uma amiga cujos parentes estariam com sintomas. A pessoa aconselhou à amiga que tomassem o chá, e o resultado teria sido a cura, após três horas da ingestão da bebida. “Diz que some na hora”, ela garante, mas explica que tem de ser o boldo “da folha larga, o boldo tradicional”. E se despede conclamando: “Bora fazer o bem”.

A informação de que o chá de boldo cura a Covid-19 é falsa.

A equipe do jornal Estado de Minas fez uma checagem detalhada sobre o assunto, que você pode conferir aqui. Até o momento vêm sendo testados diversos medicamentos para o tratamento da doença, como a hidroxicloroquina, a cloroquina e azitromicina, nenhum deles tendo efeito curativo comprovado. É o que mostram as últimas pesquisas desenvolvidas no Brasil e no mundo, conforme você pode conferir nesta matéria aqui.

Simples e ineficaz – A mensagem que circula pelas redes tem o atrativo de oferecer resposta simples para um problema complexo. Os especialistas alertam para o perigo potencial de tais métodos: a crença em medicamentos caseiros, mágicos ou sobrenaturais pode atrasar o tratamento para a doença e ser fatal, pois a Covid-19 evolui rapidamente.

O Nujoc Checagem reúne abaixo outras mensagens semelhantes que viralizaram desde o início da pandemia da Covid-19, todas elas sem fundamento:

água quente e limão – a receita era fazer gargarejo de água quente, sal e limão, o que ajudaria a eliminar o vírus pelo sistema digestivo.

água tônica – foi indicada por supostamente ser à base de cloroquina, o que ajudaria a prevenir e combater a Covid-19.

vinho – a indicação de que vinho seria eficaz para combater o coronavírus foi uma brincadeira de 1° de abril. Muita gente acreditou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *