É falsa informação que álcool em gel não é eficaz na assepsia contra o coronavírus

 É falsa informação que álcool em gel não é eficaz na assepsia contra o coronavírus

O jornalista Cristian Derosa publicou em seu Instagram informações sobre pesquisa que de acordo com ele foi realizada pela Universidade Kyoto (Japão) comprovando que a utilização de álcool em gel não ajuda a diminuir a transmissão do coronavírus, “o comportamento do vírus é diferente do ambiente de um laboratório em que os primeiros testes eram feitos. Antes, o vírus era colocado na mão de um voluntário a partir de uma solução salina para manter o vírus vivo. Ali eles despejavam uma quantidade pequena de álcool gel, nas condições específicas, e o vírus de fato morria” afirma o jornalista em sua publicação. 

Foto: Reprodução/Instagram

A informação passada por Cristian Derosa é falsa, o estudo realizado pela Universidade é referente ao vírus da influenza (H1N1), a pesquisa foi publicada na revista Sociedade Americana de Microbiologia em 2019 quando não tinha ocorrido o primeiro caso de covid-19 no mundo. Uma matéria publicada no site Gazeta do Povo, aborda a eficácia da utilização do álcool em gel contra o vírus da influenza, afirmando que outros métodos de higienização podem ser mais eficazes contra o vírus “Lavar as mãos com água e sabão e até apenas com água corrente é mais eficiente que o uso de álcool gel para evitar a contaminação pelos vírus influenza (responsável pela gripe) em alguns casos”. 

Referente a utilização do álcool em gel como forma de prevenção a covid-19 a Organização Pan Americana de Saúde (OPAS) compartilha em seu site tutorial de como higienizar as mão com o antisséptico, que é considerado eficaz quando contem entre 68% a 72% de álcool etílico na fórmula, abaixo disso, o álcool não é ativo, acima desse valor, o álcool evapora antes de esterilizar as superfícies.

O recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é o uso do álcool etílico 70% em forma de gel para assepsia das mãos e higienização de superfícies e objetos. A FIOCRUZ também nos traz uma cartilha com informações sobre os tipos de álcool em gel e cuidados que devemos tomar para a utilização segura do produto. 

Foto: Reprodução/Fiocruz

O Nujoc Checagem já verificou outras informações sobre a utilização do álcool em gel na prevenção do coronavírus, confira aqui.