Fala de diretor da OMS repercute nas redes sociais em contexto errado

 Fala de diretor da OMS repercute nas redes sociais em contexto errado

O trecho causou polêmica após ser postado pelo jornalista Alexandre Garcia.

Uma fala dita pelo diretor geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, em coletiva de imprensa realizada no dia 21 de agosto, causou polêmica nas redes sociais após ser postada pelo jornalista Alexandre Garcia no twitter.
Na publicação, o jornalista cita um dos trechos da fala do diretor geral. “Tedros Adhanon ontem: ‘Não podemos escolher entre economia a vida. É uma falsa escolha. A pandemia é um alerta de que saúde e economia são inseparáveis’. Vai o diretor da OMS pagar direitos autorais ao Presidente do Brasil?”.
O post ainda chegou a ser publicado pela deputada Carla Zambelli, gerando ainda mais comentários de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Após analisar a fala de Tedros Adhanom, o Nujoc Checagem identificou que o contexto apresentado, era referente à situação de estabilidade em meio a pandemia, comentando que será necessária uma abordagem forte e dedicada para diminuir a transmissão e continuar a proteger o sistema de saúde. “A situação no Brasil se estabilizou, de certa forma, em termos de número de infecções detectadas por semana, mas há um número elevado de casos, entre 50 mil e 60 mil por dia e um número alto de mortes”, relata.
Diferente do contexto apresentado, o jornalista deixa a entender que o diretor parafraseou a fala do presidente em abril, no início da pandemia. “Alguns falam que economia você recupera e a vida não. Não tem nada a ver. Anda junto. Emprego e saúde andam juntos”.
O que difere as duas falas é que Bolsonaro apoia a retomada total das atividades econômicas no país e a OMS ainda recomenda as medidas restritivas para tentar conter o vírus.