Matéria que afirma que medidas de lockdown mal aplicadas podem aumentar mortalidade infantil no mundo é verdadeira

 Matéria que afirma que medidas de lockdown mal aplicadas podem aumentar mortalidade infantil no mundo é verdadeira

Recebemos do aplicativo @eufiscalizo uma denúncia de uma postagem do deputado federal Osmar Terra, que compartilhou uma matéria que afirma que até 1,2 milhão de crianças no mundo podem morrer como causa de medidas de lockdown mal aplicadas.

O fato é verdadeiro, e nos direciona a esta matéria do jornal inglês The Daily Telegraph. O site alerta para um estudo da Unicef sobre as mortes indiretas causadas pela pandemia da Covid – 19 nos países em desenvolvimento.

Porém, antes de criticar qualquer medida de lockdown, é necessário entender quais foram os problemas e resultado observados pelo estudo, pois informações fora de contexto podem induzir a conclusões erradas.

As mortes indiretas podem ser causadas por outras doenças como malária, diarreia e pneumonia, relacionadas à falta de saneamento e condições de vida precárias em países onde não há infraestrutura para a maior parte da população.

A matéria trouxe o exemplo de que “se você trancar várias pessoas que moram em um cômodo e não tem acesso à água ou comida, isto não vai limitar a transmissão do vírus”.

Além disso, o estudo também citou o contexto no qual as pessoas se sentem menos estimuladas a buscar serviços de saúde em hospitais e outros postos de atendimento por medo de se contaminarem pelo coronavírus.

Ou seja, a política de lockdown deve ser aplicada conforme as necessidades e problemas de cada local. O distanciamento social tem se mostrado uma política eficiente na prevenção da Covid – 19, mas privar as comunidades menos favorecidas do acesso à água, comida e serviços básicos também pode resultar em mais mortes.

O Nujoc Checagem já publicou textos sobre a eficiência do distanciamento social e também sobre estudos que buscam formas eficientes de tratar a Covid – 19.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *