Não é comprovado que lágrimas podem transmitir o novo Coronavirus

 Não é comprovado que lágrimas podem transmitir o novo Coronavirus

No meio do mar de informação e desinformação que tem circulado nas redes sociais sobre o novo Coronavirus, tem viralizado supostas notícias sobre a comprovação de que as lágrimas podem ser um vetor de transmissão do agente da COVID-19. A equipe do Nujoc checagem buscou informações e constatou que isso ainda precisa de comprovação, com estudos apontando evidências favoráveis e contrárias a esta afirmação.

Pesquisadores do Instituto Lazzaro Spallanzani, principal referência em doenças infecciosas da Itália, detectaram a presença do Sars-Cov-2 (coronavirus causador da Covid-19) nas lágrimas de uma paciente. Além disso, observaram que o vírus pode se replicar fora das vias respiratórias, permanecendo até mesmo por mais tempo nas lágrimas. Na amostra analisada, foram encontrados resquícios do vírus até o 27º dia após a internação, enquanto nas vias respiratórias ele permaneceu por apenas três semanas.

Conjuntivite é possível sintoma relacionado à Covid-19 e pesquisadores tentam descobrir se lágrimas podem ser vetor de transmissão

Esse estudo, além de evidências que relacionam o aparecimento de conjuntivite com a contaminação por coronavirus, sugerem que os olhos podem ser não apenas porta de entrada do vírus no corpo humano, como também de transmissão para outros hospedeiros. No entanto, outros estudos vão na direção contrária à essa informação, como um artigo publicado no periódico Ophthalmology (confira aqui), da academia norte-americana de oftalmologia, que afirma que é improvável que lágrimas sejam vetor de transmissão.

Por ser um vírus descoberto recentemente, muitas das informações sobre o Sars-Cov-2 ainda são iniciais e necessitam de aprofundamento e comprovação científica. Além de lágrimas, pesquisadores já viram indícios deste coronavirus em outros fluidos, como fezes, sangue e semên, mas nada ainda comprovado cientificamente. Ao menos por enquanto, a certeza é que o vírus é transmitido através de secreções respiratórias.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *