OMS e Tedros Adhanom serão investigados por atuação durante a pandemia da Covid-19?

 OMS e Tedros Adhanom serão investigados por atuação durante a pandemia da Covid-19?

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom

Afirmação é verdadeira e aval para investigação partiu da própria OMS

Em parceria com o aplicativo Eu Fiscalizo, o Nujoc Checagem recebeu uma denúncia a respeito de suposta investigação da atuação de Tedros Adhanom, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, bem como da própria OMS no enfrentamento à pandemia de Covid-19. A afirmação partiu do perfil da deputada federal Carla Zambelli, no Instagram, conforme pode ser observado na imagem abaixo.

Foto: Reprodução/Instagram Carla Zambelli

Segundo a Agência EFE, um painel independente investigará China e OMS por atuação no início da pandemia. Em material publicado em 10 de novembro de 2020, a agência de notícias explicou que a investigação é conduzida por 13 especialistas, que trabalham de forma independente. Este grupo já se reuniu duas vezes e as expectativa é que as conclusões desse trabalho sejam apresentadas até maio de 2021.

A criação deste grupo, esclarece a Agência EFE, “foi determinada pela própria OMS, após críticas recebidas pela gestão inicial da pandemia, especialmente pelos Estados Unidos. O grupo, no entanto, não focará apenas na organização, mas também avaliará as respostas de cada país”. Além disso, “examinará se a estrutura da agência é apropriada para este tipo de crise sanitária, e se o financiamento é adequado para o caso de uma pandemia”.

Em maio deste ano, os 194 países membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) adotaram uma resolução que prevê uma “avaliação independente” da resposta da OMS à pandemia de Covid-19, conforme informou o site de notícias G1 na ocasião.

Os membros da instituição, por sua vez, aprovaram uma resolução para dar início a esta investigação, por meio da Assembleia Mundial da Saúde, órgão decisório da OMS. Apesar da resposta afirmativa, não foi definida uma data para o início desta investigação. As informações são do site DW.

A publicação de Carla Zambelli, aliás, está alinhada com outros momentos onde, ao longo da pandemia, setores da política institucional – a exemplo do presidente Jair Bolsonaro – e apoiadores têm acusado a OMS e o corpo diretor de uma atuação equivocada no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Foto da capa: Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS – Créditos: REUTERS/Denis Balibouse