Paracetamol não cura a Covid – 19

 Paracetamol não cura a Covid – 19

O NUJOC Checagem recebeu através da parceira com o aplicativo Eu Fiscalizo – FioCruz a denúncia de que circula nas redes sociais um comentário sobre o uso de Aspirina, Apronax ou Paracetamol em protocolo terapêutico medicamentoso adotado  pelo Ministério da Saúde Italiano com grande eficácia.

A mensagem afirma que o uso dos medicamentos mencionados se deu após constatação de que a COVID 19 coagula o sangue, o que teria feito o Ministério da Saúde daquele país, quebrar o protocolo recomendado pela Organização Mundial de Saúde – OMS adotando esses remédios como protagonistas no protocolo médico-hospitalar e referente ao tratamento da doença, o que teria possibilitado a cura de mais de 14 mil pessoas em um único dia.

Tal comentário é completamente falso e, portanto, os medicamentos citados não curam, nem previnem contra o novo coronavírus. Ao contrário do relatado na referida mensagem,  o Ministério da Saúde Italiano ( http://www.salute.gov.it/portale/home.html) mantém em sua página uma editoria de prevenção às fake News que possam prejudicar a saúde dos italianos e o combate ao corona vírus. Na referida editoria intitulada Attenti alle buffale  ou Cuidado com trotes  disponível no link http://www.salute.gov.it/portale/nuovocoronavirus/dettaglioContenutiNuovoCoronavirus.jsp?lingua=italiano&id=5387&area=nuovoCoronavirus&menu=vuoto, podemos conferir na informação  listada no número 21 do site como falsa, que o Paracetamol não cura a COVID 19, o texto diz que La Tachipirina (paracetamolo) svolge un’azione antipiretica ed è quindi molto utile in caso di febbre alta, ma non cura l’infezione da nuovo coronavirus, ou seja, que o paracetamol é eficiente no combate à febre, mas não cura a infecção provocada pelo novo coronavírus.

Sobre os demais medicamentos citados e também com ação antipirética e analgésica sabe-se que podem ser usados para combater as dores e a febre, mas não há estudos que confirmem sua eficácia na cura da doença provocada pelo novo coronavírus, nem sequer há indícios de que foram utilizados como principais medicamentos em alguma pesquisa.

A aspirina possui como substância principal o ácido acetilsalicílico que age diretamente minimizando o desconforto através de sua dupla funcionalidade, aqui citadas, ou seja, age como analgésico e antitérmico.

A relação de fake News combatida pelo Ministério da Saúde Italiano é extensa e atinge notícias sobre antivirais, antibióticos, assim como, sobre alimentos milagrosos, etc., dentre outros temas explorados pelos fabricadores de informações falsas no atual momento de pandemia.

Vale ressaltar o perigo de tais mensagens falsas para os cidadãos que as recebem e passam a acreditar que ao consumir aspirina, apronax ou paracetamol podem tanto se prevenir, quanto se curar da COVID 19, o que pode levar a automedicação e ao relaxamento dos cuidados como isolamento, distanciamento social e condutas de higiene e limpeza pessoal e comunitária.  

Ao final da mensagem e, após a palavra urgente cunhada em letras maiúsculas, o autor da fake News, pede que as pessoas compartilhem o máximo possível, visto que no Brasil  teriam mentido para a população durante a pandemia.            

Lembre-se que a informação de qualidade é um grande antídoto contra a desinfopandemia, termo cunhado pela UNESCO para a pandemia das informações falsas  e pode ajudar no combate ao novo coronavírus.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *