“Plandemic” espalha teorias da conspiração sobre a pandemia

 “Plandemic” espalha teorias da conspiração sobre a pandemia

O vídeo é baseado em entrevista com bióloga que foi desacreditada pela comunidade científica

Está circulando novamente pela internet o vídeo “Plandemic”, que dissemina teorias conspiratórias sobre a pandemia do novo coronavírus. O NUJOC recebeu denúncia por meio do aplicativo Eu Fiscalizo, da Fundação Oswaldo Cruz. Com cerca de 25 minutos de duração e legendas em português, o vídeo traz entrevista com a bióloga Judy Mikovitz. A cientista faz uma série de afirmações falsas e incomprovadas durante a entrevista. Ela acusa a indústria farmacêutica de lucrar com o vírus, citando nomes como o bilionário Bill Gates e Anthony Fauci, chefe do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas – NIAID.

A cientista afirma, entre outras coisas, que descobriu o vírus HIV, causador da aids, e que teve seu trabalho roubado pela equipe de Anthony Fauci. Afirma também que não se deveria proibir as pessoas de irem à praia, pois “sequências” de vírus soltas no oceano podem curar a Covid-19. Também afirma que a doença não precisa de vacina, que o isolamento social é perigoso e que usar máscara é prejudicial à saúde.

Todas as afirmações feitas por Judy Mikovitz foram detalhada e minuciosamente desmontadas nesta checagem feita pela revista Science. Judy caiu em desgraça entre seus pares da comunidade científica desde que um artigo seu foi retirado da Science por suspeita de adulteração dos dados de pesquisa publicada em 2009. A cientista chegou a ser presa na ocasião, acusada de roubo de dados.

O documentário “Plandemic” é apresentado pelo modelo e disseminador de teorias da conspiração Mikki Willis, que faz as vezes de entrevistador de Judy Mikovitz. Não há qualquer contestação das afirmações da pesquisadora.

“Plandemic”: teorias da conspiração sobre a pandemia. Imagem: Reprodução

O vídeo chegou a ser banido do Youtube e do Facebook, por infringir as regras de conteúdo das plataformas, mas se encontra disponível facilmente na internet. Diversos veículos de checagem fizeram a verificação das afirmações de Judy Mikovitz logo que o documentário foi lançado, todos eles comprovando a falsidade ou a falta de sustentação das afirmações nos fatos.

Nesta checagem aqui, você pode conferir o que a equipe do Estadão descobriu. Nesta outra, da Revista Questão de Ciência, você encontra uma reportagem que analisa a trajetória da cientista, do anonimato até se transformar em “musa” das teorias conspiratórias.

O NUJOC também já verificou o vídeo Plandemic, como você pode conferir nesta checagem aqui, feita em maio deste ano.